A experiência e o conhecimento situado de Carlos Marés de Souza Filho, junto aos povos indígenas, as comunidades tradicionais e os conflitos socioambientais nos ajudará a construir o SINGA 2017

Carlos Frederico Marés de Souza Filho  é advogado de povos indígenas desde 1980, professor de Direito Ambiental na PUC-PR e membro do Instituto Latinoamericano de Servicios Legales Alternativos. Após ter sido exilado político no Uruguai, Chile, Dinamarca e São Tomé e Príncipe (Africa), de 1970 a 1979, ocupou cargos públicos como secretário de cultura de Curitiba, presidência da Funai, procuradoria geral do Incra e atualmente coordena o grupo de pesquisa “Meio Ambiente: Sociedades Tradicionais e Sociedade Hegemônica” e o Centro de Pesquisa e Extensão em Direito Socioambiental. No último ano, mostrando seu posicionamento contra o golpe institucional em curso, foi idealizador e ativo membro do Circo da Democracia em Curitiba, espaço de debates e atividades culturais que durante dez dias (agosto 2016) se debruçou sobre a construção de um projeto político para o Brasil.

A ampla experiência com as lutas por terra e território no Brasil e na América Latina fica evidente nos livros que publicou ou ajudou a organizar: “Direitos Territoriais de Povos e Comunidades Tradicionais em Situação de Conflitos Socioambientais”, “Mineração e Povos Indígenas: Brasil, Colombia, Bolívia, Peru, Equador”, “A função social da terra”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s